Buscar

Alimentação vegana reduz a necessidade de medicamentos na terceira idade, diz estudo



Um estudo recente publicado na American Journal of Lifestyle Medicine descobriu que, entre uma população idosa, pessoas com uma alimentação não vegetariana têm mais que o dobro de chances de se encontrarem em situação polifarmacêutica do que aquelas com alimentação vegana. Polifarmácia é um termo da saúde pública que caracteriza a prescrição simultânea de múltiplos medicamentos (cinco ou mais) a um indivíduo.


A pesquisa avaliou os dados de 328 participantes com 60 anos de idade ou mais. Embora o aumento na idade, diferentes índices de massa corporal (IMC) e doenças possuam correlação com um maior número de pílulas prescritas, uma alimentação vegana foi o fator associado com a menor quantidade de medicamentos tomados dentre o grupo analisado. De acordo com os resultados, uma alimentação vegana reduz esse número em até 58%, em comparação com uma alimentação que contém carne.


O uso simultâneo de múltiplos medicamentos possui, por si só, seus próprios riscos. De acordo com o estudo, “indivíduos que tomam mais de cinco medicamentos diariamente têm 88% mais chances de apresentar efeitos colaterais. Como consequência, pacientes com mais efeitos colaterais permanecem mais tempo hospitalizados, custam mais e têm maiores índices de mortalidade. Entre pacientes em cuidados domiciliares, esse número pode ser muito maior — como foi observado no estudo ONEHOME, com 51,5% dos pacientes em cuidado domiciliar no grupo polifarmacêutico”.


Embora este novo estudo seja uma importante ferramenta para a saúde pública, seus resultados não são nenhuma surpresa. Outros estudos já comprovaram a relação entre o consumo de carne e laticínios e riscos significativamente maiores de desenvolvimento de doenças graves, incluindo diferentes tipos de câncer, que frequentemente requer tratamento intensivo com múltiplos medicamentos.


Não espere para assumir a responsabilidade pela sua saúde e das pessoas que você ama. A sua doação garante que o estilo de vida vegano continue sendo promovido em nossas comunidades e que um futuro melhor seja construído e animais do Sul Global.