Buscar

O que é trabalho corporativo e por que trabalhamos com empresas

Atualizado: Jan 20

Na Sinergia Animal, estamos constantemente buscando estratégias mais eficazes para ajudar o maior número possível de animais no sul global. Para atingir este objetivo, nos concentramos nas decisões corporativas que apresentam uma relação mais eficaz de custo-benefício e, deste modo, não trabalhamos exclusivamente pela transformação dos aspectos culturais envolvidos na demanda por alimentos de origem animal.



Mas o que é o trabalho corporativo? É um longo e complexo processo de negociação com empresas alimentícias que incluem produtos de origem animal em sua cadeia de fornecimento. Nosso trabalho busca que essas empresas façam mudanças em suas políticas e que passem a trabalhar somente com fornecedores que garantam níveis mais altos de bem-estar animal e, assim, melhorar as condições de vida dos milhões de seres que são utilizados para a produção de alimentos.

Então, quais são as implicações de focarmos nosso trabalho nas decisões corporativas? Obter esses compromissos das empresas alimentícias, para que passem a produzir utilizando somente insumos animais advindos de seres que viveram em melhores condições, significa afetar positivamente a vida de milhões de animais. Em nosso caso, focamos nos setores negligenciados no país, em que há poucas entidades atuando — como o da indústria leiteira e da suinocultura, afetando a vida de vacas, bezerros e porcas-mães.

Os resultados da análise das campanhas mostram que trabalhar com compromissos corporativos é muito mais eficaz e rápido do que alterar a legislação existente sobre bem-estar animal, ou mesmo o status legal dos animais.


Além disso, o impacto obtido nas condições de vida dos animais com as mudanças nas políticas corporativas é mais imediato do que o resultado da mudança de hábitos individuais, já que a alteração de hábitos comportamentais não é tão simples quanto se pensa. Neste sentido, estudos realizados por organizações como a Animal Charity Evaluators não foram capazes de determinar se formas de ativismo como a panfletagem têm um impacto na mudança destes hábitos. Na verdade, a mudança na cadeia de distribuição significa que os hábitos de consumo passam a ser alterados pelas mudanças no fornecimento.

Por outro lado, as campanhas corporativas têm um impacto adicional na imagem pública das empresas, que são vulneráveis à pressão pública alcançada através de assinaturas de petições, cobertura de ações pela mídia, publicações em redes sociais, entre outras. Estas formas de pressão se mostram eficazes na exposição da falta de políticas claras e específicas das empresas sobre o bem-estar animal em sua rede de fornecedores.


Decisões corporativas abrem o caminho para mudanças sociais substanciais. Infelizmente, a exploração de animais é a norma em sociedades por todo o mundo, mas muitas pessoas ficam incomodadas quando tomam consciência das condições sob as quais os animais vivem na indústria pecuária. Tornar essas condições visíveis desnaturaliza esses tratamentos e poderia servir como um passo intermediário para que mais indivíduos deixem de apoiar este sistema de exploração animal.



O trabalho corporativo traz mudanças estruturais à indústria pecuária: reduz o sofrimento de milhões de animais, impulsiona tendências dentro dos setores corporativos que podem facilitar futuras mudanças na legislação, e abre o caminho para mudanças sociais muito necessárias para alcançarmos sociedades mais compassivas e justas.


Por fim, ao nos identificarmos como uma organização vegana, não vemos as políticas de bem-estar animal como um objetivo final. São etapas intermediárias, que consideramos como reformas incrementais, ou seja, exigências às corporações que são realizáveis, e que reduzem muito o sofrimento animal a curto e médio prazos. Embora convençamos essas corporações a dar aos animais melhores condições de vida, entendemos que sua exploração, tendo altos padrões de bem-estar ou não, é injustificável e não deve acontecer. É por isso que trabalhamos ao mesmo tempo com educação, desafios veganos e programas institucionais para reduzir o consumo de produtos de origem animal. Enquanto fazemos do mundo vegano que queremos uma realidade, acreditamos ser necessário fornecer melhores condições de vida aos animais que já são explorados pela indústria alimentícia.